(11)

Sensores

Gostou? compartilhe!

Os sensores pertencentes aos veículos de grande porte podem contar com diversas funcionalidades e, consequentemente, com diferentes nomenclaturas. Neste contexto, não há como deixar de colocar em destaque três sensores em especial. São eles:

  • Sensor de pressão do óleo;
  • Sensor de nível de combustível;
  • Sensor de temperatura.

Em alguns casos, esta breve e pontual lista ainda pode ser estendida aos sensores de fumaça, de desgaste e, como não, de velocidade do câmbio.

Independentemente de se apresentar como nox, map, indutivo ou “de rotação”, o sensor visa conferir mais segurança à dirigibilidade do motorista que possui caminhão, ônibus, Scania ou qualquer outro automotor de mesmo ou similar perfil de robustez.Saiba para que servem os principais sensores automotivos comercializados nos tempos atuaisUma vez que são muitos os sensores veiculares comercializados nos tempos contemporâneos, acaba sendo, reforça-se, altamente comum que suas funcionalidades também se apresentem como diferenciadas entre si. Neste cenário, se faz necessário afirmar que enquanto o sensor de pressão do óleo nada mais é do que o item responsável pela medição da pressão no sistema de lubrificação do motor, o sensor de nível é aquele que visa medir o grau de combustível presente no tanque do veículo em si.

Por fim, o sensor de temperatura consiste no dispositivo que aponta o quão aquecido o óleo do motor (e o motor propriamente dito, por que não) está em relação ao nível adequado.

Gostou de saber mais a respeito da funcionalidade do sensor automotivo e pretende adquirir o (s) seu (s) através do mais positivo custo-benefício? Contate a Rodip e obtenha mais informações!