(11)

Válvulas Solenoide

Gostou? compartilhe!

As válvulas solenoide consistem em equipamentos que, se pudessem ser definidos em pouquíssimas palavras, poderiam ser tranquilamente descritos como válvulas eletromecânicas controladas. Em termos ergonômicos e de composição propriamente dita, por outro lado, vale frisar que as válvulas solenoide são costumeiramente formadas por dois componentes. São eles: corpo da válvula e bobina solenoide.Enquanto o corpo da válvula solenoide se faz natural e corriqueiramente composto por tampa, mola e diafragma, o mesmo não necessariamente acontece com a bobina deste mesmo dispositivo. Isso porque ela, por sua vez, se caracteriza por ser naturalmente constituída por um fio de cobre, permitindo a conclusão de que é justamente ela a peça principal da válvula solenoide propriamente dita.Em níveis de funcionamento, cabe destacar que o processo de fechamento que normalmente faz alusão à válvula solenoide ocorre quando a bobina perde energia, fazendo com que o pino exerça uma força não somente através de seu peso, mas também por meio da mola que ele tem instalado em suas configurações.

Você sabia que as válvulas solenoide podem ser encontradas em duas, três, quatro ou até mesmo cinco vias?

Analise a listagem abaixo e descubra quais são as vias que podem fazer referência às válvulas solenoide:

  • Duas vias: automação pneumática e controle de fluido;
  • Três vias: Desvio e convergência de fluxos;
  • Quatro e cinco vias: atuadores de dupla ação.

Referência na comercialização de válvulas solenoide, a Rodip está inteiramente à sua disposição. Entre em contato agora mesmo com a empresa e saiba mais!